Monday, January 11, 2010

Comprometida comigo mesma

Este livro foi recomendado pela querida Ângela, minha terapeuta. Fiquei impressionada pelo fato de praticar o xamanismo tolteca há alguns anos, conhecer este livro de nome, mas nunca tê-lo lido. Pois vem ela e me indica o próprio! Muiiito interessante!

Ela me emprestou o livro e eu, mais que depressa, estou me fazendo o incrível favor de devorá-lo, com o cuidado de fazer anotações preciosas em meu caderninho cor-de-rosa secreto. Nele eu tenho escrito muitas coisas que percebo em mim mesma, lembranças, tristezas, alegrias, estranhas coincidências, associações de idéias, percepções sobre minhas atitudes, reações e sentimentos... Enfim, é dele que eu tiro muito do material que levo para a sessão.

Resumidamente, os 4 compromissos são os seguintes:

Seja impecável com suas palavras - através da palavra torna-se possível a expressão do poder criativo;

Não leve nada para o lado pessoal - se você leva tudo para o pessoal é porque concorda com o que está sendo dito. O que causa seu próprio envenenamento é a importância pessoal, expressão máxima do egocentrismo. Nada do que os outros fazem é motivado por você, é por causa deles mesmos;

Não tire conclusões - temos a tendência a tirar conclusões sobre tudo. Interpretar tudo segundo nossa ótica, nossa mente, nossas crenças. É que acreditamos que elas são verdadeiras. Tiramos conclusões sobre o que os outros estão fazendo e pensando - levamos para o lado pessoal - então os culpamos e reagimos enviando veneno emocional com nossa palavra;

Dê sempre o melhor de si - na verdade, esse é o compromisso de colocar na prática os outros 3 compromissos. Você nasceu com o direito de ser feliz. nasceu com o direito de amar, de aproveitar e compartilhar seu amor. Você está vivo. Portanto, tome sua vida e aproveite.

Bem, dicas preciosas! Se seguirmos todas elas é certo que muitos de nossos problemas (senão todos) serão eliminados. Eu já comecei a colocar em prática!

3 comments:

rosana sperotto said...

Mas olha só, Claúdia, nossas sincronias seguem, e eu adoro isso. Ganhei este livro de uma grande amiga, psicóloga e taróloga, minha terapeuta por tabela, que está sempre muito presente quando leio o arcano do dia do Via. A primeira vez que entrei no Pitacos, falei sozinha quando vi tua foto de fadinha: Meu Deus, mas se a ... vê isso, "enlouquece"! Explico: a amiga sábia sonha há anos incorporar a fadinha que mora na sua alma e vestir asas e vestido cor-de-rosa esvoaçante, empunhar varinha de condão... Pena que a criaturinha (leonina também) não é dada às navegações virtuais, mas ainda mostro pra ela que outra "bruxinha" se encorajou. Quem sabe ela pega carona... Estava na hora de relembrar os 4 compromissos. Obrigada. Beijo

Cláudia Mello said...

Rosana

O primeiro livro que eu li, logo que me alfabetizei, foi "A fada que tinha idéias". Minha mãe já havia lido para mim, mas fiz questão de ler por conta própria várias e várias vezes. Eu era Clara Luz! Sempre fui... Continuo sendo, mas às vezes me esqueço disso quando encontro algumas rainhas (e reis) mandões pelo caminho...rs

No carnaval do ano passado, eu (que detesto carnaval desde que nasci...rs)resolvi que iria curtir a única coisa que adoro no carnaval: a possibilidade de colocar uma fantasia e ninguém achar que a gente enlouqueceu! rsrsrs (sim, eu amo fantasias!)

Então, resolvi me fantasiar de fadinha (apesar do marido achar que era uma borboleta...rs) Só que não saí na rua... E a coragem? rsrsrs Mas fiquei andando dentro de casa assim... com asas e anteninhas... algumas horas de short e camiseta e outras horas de camisola (o que fazia parecer ainda mais com uma fada) Foi um feriado divino! :-)

Recomendo a todo mundo passar por esta experiência... Aliás, isso me lembrou outra experiência terapêutica ótima: colocar fantasia de rainha!!! Vou ver se acho uma foto aqui para postar...;-)

beijão

Valkyrja Kiel said...

então precisamos praticar esses quatro compromissos miga