Friday, August 21, 2009

A falta que faz um pouco de ordem


Quando eu for deusa no meu sistema planetário, já decidi fazer algumas coisas... O ponto central das minhas decisões será a organização. Por exemplo: chuva! Chuva é uma coisa necessária... Ninguém questiona isso! Mas deveria haver um horário marcado para a chuva acontecer. Eu colocaria entre 2 e 5 horas da madrugada!

Outra coisa: o livre arbítrio deveria ser benefício e não castigo. Explico... Quando uma pessoa tem certeza do que ela quer, ela tem livre arbítrio. Quando ela está se torturando em dúvidas, alguém - e este alguém seria EU, a deusa! rs - decide por ela. Simples assim. Sem dor.

Outra coisa muito importante, talvez tão importante quanto chover ou tomar decisões. Neste meu sistema planetário, os homens teriam uma incrível capacidade, um poder quase paranormal, algo que eles nem sonham em ter nesta vida! E quando falo de homens, estou querendo dizer "homens do sexo masculino". Esse poder seria o de encontrar as coisas. Nesse maravilhoso mundo de sonho, nós falaríamos "querido, por favor, pegue minha escova na gaveta da cômoda, do lado direito!" E ele chegaria lá, procuraria na gaveta da cômoda, do lado direito e encontraria a escova!!! Isso não parece um poder quase sobrenatural?

Ah, mais uma coisa... Sob o meu reinado vitalício (e, portanto, eterno), todas as pessoas teriam a capacidade de compreender monossílabos que hoje são verdadeiros enigmas. As pessoas, toda vez que vão falar algo duvidoso, não recomendado ou que nem mesmo elas sabem porque fazem aquilo (e bons exemplos são cantada de homem na rua e justificativa de filho pra não fazer o que mandamos ele fazer), deixam sair da boca sons mais ou menos assim: "hmmmm"; "errrr", "ãh?", "heim"... para tentar explicar o inexplicável. Gostaria muito de saber o que essas pessoas querem dizer com esses sons. No meu mundo esse enigma terá solução.

Acho que vou começar a pensar em uma campanha, convidar companheiros de chapa e quem sabe eu chego lá? "Cláudia para deusa no próximo sistema planetário que for criado!" Ou será que eu mesma terei que criar o meu??? Hmmm, errr, ãh????

3 comments:

Nancy Passos said...

Oi Claudinha !

pode deixar, faço boca de urna, carego bandeira, distribuo panfleto,santinhos (ou seriam Deusinhas) rsrs... assisto com todo o entusiasmo do mundo aos comicíos.

Agora preciso confessar uma coisa ....eu sou uma criatura que emite os sons 'estranhos' principalmente quando fico nervosa rs...é um som bem gutural vem da garganta não tenho nem como descrever em onomatopéia rs...ele vem antes de conseguir proferir qualquer palavra rsrs...as vezes meu ex me provocava só para ouvir...(eu caía nessa..)vocabulário rsrs...

Beijos, querida Deusa !

Licsk said...

...gente adorei essa idéia de dar esse poder paranormal para os homens acharem as coisa...pode contar com meu voto para sua eleição...
Bju

Cláudia Mello said...

Oi, queridas!!!

Pois é... tem coisas que realmente estão além da condição humana de compreender. A incapacidade masculina de encontrar coisas é uma delas. Há muitos anos, pensava que era só coisa do marido... Me separei... o "marido seguinte" é do mesmo jeito... Minha mãe reclama que meu pai tb é assim e 90% das minhas amigas já comentaram em algum momento algo parecido sobre seus maridos ou namorados. Caramba!rsrsrs

O detalhe engraçado é que o negócio dos sons estranhos eu já tinha percebido no meu filho, tentando escapar das tarefas da escola ou de arrumar o quarto, mas no dia em que escrevi o artigo uma criatura do sexo masculino que, creio, estava tentando me cantar resmungou algo tão incompreensível que descobri que só podia ser algo assim: nem a pessoa leva fé no que ela está sentindo, pensando ou fazendo, daí a coisa não sai direito...rsrsrs

beijão