Saturday, February 21, 2009

Carnavalesca que só ela...rs


Pois então... Chegou o Carnaval! Trago comigo lembranças no mínimo embaraçosas e no máximo traumatizantes de antigos Carnavais. Nunca gostei. Gosto de explicar, porque quando falo que não gosto, hoje em dia, algumas criaturas maldosas palpitam que isso é por causa da minha "quilometragem". Qual o que! Aos 16 anos fui - arrastada e sob protesto - a um baile pré-carnavalesco de clube e posso afirmar que esse dia entra na minha lista de "Os 20 piores da minha vida!"

Se aos 16 anos o furor desmedido e artificial da galera já me irritava. Imagina agora! E o samba? Cruzes! Até samba de qualidade, aquela coisa assim Paulinho da Viola, já é algo que ouço com moderação. Sei que é bom. Respeito. Elogio a qualidade, mas não cuuuurto... Sempre fui mais rock'nd roll. Ou, tudo bem, uma MPB. Bossa Nova eu gosto muito. Mas samba... É, acho que sou mesmo "ruim da cabeça ou doente do pé", como dizia João Gilberto.

Agora, imaginem vocês, junta: pagode-lixão, axé-cruz-credo, funk-baixaria + biriteiro sem noção + confusão e empurra-empurra + som pra surdo-mudo escutar + o fato de você simplesmente não saber e nem querer saber sambar. Imaginaram? Essa sou eu em pleno Carnaval! :-)

Mas a coisa mais engraçada é que eu AMO, desde criança, me fantasiar. Acho lindo! Sempre sonhei com aqueles bailes a fantasia chiquérrimos que a gente só vê em filme. Então, nada mais justo que satisfazer meus desejos e comprar um kit-básico fantasia neste Carnaval.

Imaginei que estava me fantasiando de fada, mas o marido chamou de borboleta, então ficou borboleta mesmo... Ontem de noite eu fiz um charme e usei uma camisola-combinação preta com os adereços (asas e antenas). O povo pensou que era onda de momento... O marido achou "fofo". O filho ficou boquiaberto, perguntando se eu sabia a idade que tinha (por que será que adolescentes são tão desagradáveis e ficam nos lembrando de coisas desse tipo?) Não satisfeita, hoje de manhã, após o prazer de dormir cerca de 10 horas (meu corpo e minha alma estavam precisando disso), mal acordei e vesti um short e uma camiseta cor-de-rosa e completei com as asas e antenas. Virei borboleta de novo!

Escrevi o Arcano do Dia vestida de borboleta, tomei café vestida de borboleta e pretendo assim ficar enquanto puder. Como só vou trabalhar na oooooutra semana, corre o risco de passar um bom tempo assim, borboleteando pela casa. E isso está me fazendo um bem impressionante! Nem sei porque. Mas já que está bom, vamos deixar assim... ;-)

9 comments:

Beta! said...

A-DO-REI!

tá uma fofura de fada/brabuletinha

eu vou aproveitar o Carnaval e fazer nada e ler...também detesto...e adolescentes são fogo...a gente já foi um né...hahaha

Beijos Brabuletinha...

Adriana said...

A-há, arranjou alguém pra lhe fazer companhia!

Tb nunca gostei de carnaval nem nada, mas me vestir de fadinha é transformador, consubstanciador, seja lá o que isso signifique!!!

heheheheh

Flora Maria said...

Fofíssima a Borboleta !
Engraçado que eu hoje fiquei pensando em fantasias, quando vi uma moça com antenas saindo de um carro...
Aí pensei: acho que não estou mais na idade de usar essas coisas, mas fiquei imaginando o que seria digno de uma senhora de 64 anos usar...
E comprei serpentina para enfeitar a loja !
Baixou e espírito carnavalesco ! Ê, ê !

Beijo
Flora Maria

Cláudia Mello said...

Oi, Beta! :-)

Pois então... O problema do meu filho é que ele é um adolescente velho (capricorniano), então já viu... Uma das frases preferidas dele é: "isso não é coisa de mamãe". Porque ele acha que "mamãe" tem que ter um comportamento padrão, provavelmente, de uma velhinha de 80 anos...rs Tem que explicar pra ele que "mamãe" não é "bisavó"...rs

beijão

Cláudia Mello said...

Adriana

Ontem tive sono cedo e então deixei as asas penduradas na cadeira, mas as anteninhas foram comigo pra cama... O Fernando que tirou depois...rs

Se soubesse que a sensação era essa, já teria comprado antenas e asas antes... :-))))

beijão

Cláudia Mello said...

Oi, mãe!

Bem, aqui em casa (não sei se vc sabe) chamamos vc de mamãe gnomo ou mamãe bicho (porque vc é a mãe da bicho fofo...rs) Mamãe gnomo é porque vc tem mania de mexer na terra, cuidar das plantas, essas coisas...rs Então, podia preparar uma fantasia de gnoma!!! :-))))

Olha, acho que esse negócio de idade é bobagem, pelo menos da forma radical que o JP fala... Acho que, de um modo geral, o que se fala que não fica bem para uma pessoa de determinada idade (seja lá qual for: 30, 40, 50, 60) é porque, na verdade, não fica bem em idade alguma, só que quando se é mais novo tudo se perdoa... Um bom exemplo disso são as calças de cintura lá em baixo coladas no corpo (com os pneuzinhos saindo) Isso não fica bem nem aos 15 anos! Mas como existe algo de sexy nos pneuzinhos de 15 anos (que não tem mais nos pneuzinhos de 40 anos) as pessoas dizem que é bonito. Mas bonito, esteticamente harmonioso, não é em idade alguma!

Portanto, relaxe e providencie a fantasia! Para o aniversário do papai já defini minha fantasia de anos 50: sapatilha preta, meia (tenho que comprar), saia rodada, tween set vinho e vou providenciar um efeite para o cabelo (não sei ainda qual, talvez um lenço de bolinhas pra usar tipo arco.

Ah, acho que vou lascar creme no cabelo do Fernando e fazer um topete de James Dean...rsrsrs

beijão

Dellas said...

Muito legal tua fantasia!
Por sinal gostei de todos teus blogs (dei uma espiada básica) visitarei todos... São muito bons!
Beijos

Cláudia Mello said...

Olá!!! :-)))

Bem-vinda!
Fique a vontade pelos blogs...
beijos

HAZEL said...

Ah.... e só agora é que vejo uma maravilha destas!

Que linda borboleta!!
Adorei!

E andaste assim pela casa... que delícia, como te compreendo nessa tua "loucura"!...

Finalmente, alguém diferente. E livre!

Não podias ter escolhido melhor fantasia.